(19) 99991-5179 contato@girare.com.br

Laguna 69

A Laguna 69

Laguna 69.

Localizada dentro do Parque Nacional Huascarán, no centro-norte do Peru, no distrito de Ancash, na cidade de Yungay. A cidade usada como referência e/ou hospedagem para visitar essa laguna é Huaraz, distante cerca de 400km de Lima, a capital do país.

Inicio da Trilha. Parque Nacional Huascarán.

O Parque Nacional Huascarán, recebeu esse nome em homenagem a Montanha homônima que é a mais alta do Peru (6768mt) e fica dentro do Parque que também abriga parte da Cordilheira Branca, considerada uma das cordilheiras mais bonitas do mundo. O parque é Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Dentro do Parque existem mais de 400 lagunas, sendo a Laguna 69 uma das mais famosas. Localizada a 4.604mt, ela é cercada por 03 picos nevados, o Pisco de 5.752mt, o Chacraraju de 6.112mt e o Yanapaccha com seus 5.383mt. Suas aguas cristalinas são provenientes de uma cachoeira formada pelo desgelo do Chacrarajo.

Laguna 69. Ao Fundo nevado Pisco e Chacrarajo.

O nome “69” veio da numeração utilizada para catalogar os lagos do Parque. Algumas lagunas já tinham recebido nomes Quéchuas ou Espanhóis. Contudo, outras, incluindo a 69, não tinham nomes e foram catalogadas por número. A trilha que vai até a Laguna 69, passa, também, pela Laguna 68.

Trilha para a Laguna 69

Existe uma teoria de que o nome 69, teria relação com uma lenda sobre fertilidade ou algo assim, mas, não registros sobre isso.

A Trilha

Placa. Inicio da trilha para a Laguna 69.

Para aqueles que pretendem conhecer a laguna 69 de perto, é importante frisar que a trilha que leva até ela é bem desafiadora, não só pela distância (7,5km cada trecho), pelos trechos de subida, mas, principalmente, por que tudo isso é feito na altitude. A trilha inicia a quase 3.900 metros e chega até 4.604.

Primeira parte da trilha.

A altitude é um desafio para nós brasileiros, como nós não estamos habituados a caminhar acima dos 3.000 metros, estamos mais sujeitos aos efeitos do “ mal de altitude”. Por conta disso, é necessário e aconselhável um período de aclimatação antes de qualquer atividade. O ideal seria separar as primeiras 48 na altitude para aclimatação, realizando apenas atividades leves e de contemplação. Os produtos derivados de coca dão um grande auxilio. Seja o chá, a bala ou até mesmo a folha que pode ser mascada.

 

Voltando a trilha, todo o trajeto é feito dentro do Parque Nacional Huascarán. O trajeto em si já vale o passeio, é repleto de lindas paisagens, montanhas, rios, cachoeiras, picos nevados, muita vegetação e vida selvagem. Em média, se leva de 3 a 4 horas para fazer o trecho de ida e de 2 a 3 horas o de volta.

 

A chegada a Laguna é um momento único, depois de todo o esforço que o caminho exige, chegar a um lugar como aquele faz valer muito a pena.

Ela é simplesmente linda! Suas águas azuis cristalinas, os picos nevados que a cercam, o visual do vale que se percorre até chegar lá e o Huascarán que também pode ser visto de lá, todo esse conjunto faz desse lugar especial e que vem atraindo cada vez mais turistas e amantes da natureza.

Deixe seu comentário

× Chat